Mudança de horário: aumentando a conscientização sobre a insônia no dia com maior privação de sono do país

A taxa nacional de acidentes de carro, ataques cardíacos e perda de produtividade no local de trabalho pode aumentar na segunda-feira, coincidindo com o primeiro dia da semana após a mudança de horário da “primavera em diante”. À medida que entramos nas últimas semanas do inverno, esperamos ansiosamente pela hora extra do sol da tarde que o retorno ao horário de verão traz, à custa de uma hora de sono no fim de semana. A “segunda-feira negra” traz um choque para o sistema circadiano do país, já que milhões de americanos sofrem de insônia aguda devido à mudança de horário.

A Academia Americana de Medicina do Sono está usando esta segunda-feira particularmente difícil para ajudar a aumentar a conscientização sobre a insônia. O AASM está declarando o dia 10 de março como o Dia da Conscientização sobre a Insônia para lembrar às pessoas com insônia que a ajuda está disponível em um centro de sono credenciado pela AASM local.

Cerca de um terço dos adultos costuma apresentar sintomas temporários de insônia, como fadiga diurna, preocupação com o sono, deficiência cognitiva, irritabilidade e falta de energia. Para as pessoas mais vulneráveis ​​a problemas de sono, a mudança de horário pode atuar como um gatilho para insônia moderada a grave, uma condição que afeta sua saúde física, mental e emocional. A insônia de longo prazo – afetando cerca de 10% dos adultos – está associada ao aumento dos custos com saúde, baixo desempenho escolar e profissional e maior risco de erros e acidentes.

Você pode minimizar o impacto da mudança de horário e evitar possíveis sintomas de insônia, executando as seguintes etapas:

  • Prepare-se para a mudança de horário indo para a cama 15 a 20 minutos mais cedo todas as noites. Isso ajuda seu corpo a se ajustar e minimiza os efeitos em seu corpo que são semelhantes ao jet lag.
  • Ajuste suas outras rotinas diárias para combinar com sua nova programação antes da mudança de horário.
  • Avance o relógio no início da noite de sábado para estimular um horário normal de dormir.
  • Passe algum tempo ao ar livre ou na frente de uma luz de terapia de luz brilhante para se ajustar melhor à nova programação. A exposição matinal ao sol ou luz forte pode ajudar a redefinir seu relógio interno, que regula o sono e o estado de alerta.
  • Todas as noites, siga os hábitos normais de sono saudáveis ​​recomendados pelo médico.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *