Sono curto aumenta o risco de câncer de cólon

Um novo estudo mostra que dormir menos de seis horas por noite pode aumentar o risco de desenvolver um sinal chave de câncer de cólon inicial em cerca de 50 por cento. Pacientes que relataram períodos curtos de sono têm muito mais probabilidade de serem diagnosticados com adenomas colorretais , um precursor de tumores cancerígenos.

O estudo envolveu 1.240 pacientes agendados para colonoscopias. Os resultados da triagem encontraram cerca de 350 dos pacientes com adenomas colorretais.

Antes da triagem, cada paciente respondeu a perguntas sobre hábitos de sono do Índice de Qualidade do Sono de Pittsburg. Os pacientes relataram a qualidade geral do sono durante o mês anterior, a frequência da insônia e outros detalhes relacionados ao sono.

Os resultados do estudo mostram que os adenomas colorretais apareceram com mais frequência entre os pacientes que disseram dormir menos de seis horas por noite. Os resultados foram ajustados para outros fatores de risco para câncer de cólon, como história familiar, tabagismo e obesidade.

Ainda não se sabe por que a curta duração do sono pode aumentar o risco de câncer de cólon. O principal autor do estudo especula que pode ser por causa da diminuição da produção de melatonina ou do aumento da resistência à insulina pela privação de sono.

O câncer de cólon não é o único risco sério para a saúde relacionado à insônia. Pessoas com sono curto têm maior risco de obesidade, diabetes e doenças cardíacas. No ano passado, um estudo descobriu que homens com insônia crônica têm quatro vezes mais risco de morte em comparação com homens que dormiam mais de seis horas por noite.

As últimas descobertas demonstram claramente a importância do sono para sua saúde geral. Faça um favor ao seu corpo e torne o sono uma prioridade para a saúde, junto com dieta e exercícios.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *