Aumentar o sono do adolescente pode reduzir o risco de diabetes

Um novo estudo com 245 estudantes saudáveis ​​do ensino médio sugere que aumentar a quantidade de sono que os adolescentes dormem pode melhorar sua resistência à insulina e prevenir o aparecimento futuro de diabetes.

Os resultados indicam que maior resistência à insulina está associada a menor duração do sono, independentemente da raça, idade, sexo, tamanho da cintura e índice de massa corporal

Os autores do estudo, publicado na revista SLEEP, sugerem que se os adolescentes que normalmente dormem seis horas por noite obtivessem uma hora extra de sono, melhorariam sua resistência à insulina em 9%.

Até onde sabem, o estudo é o único em adolescentes saudáveis ​​que mostra uma relação entre sono mais curto e resistência à insulina que independe da obesidade.

A Academia Americana de Medicina do Sono relata que a maioria dos adolescentes precisa de um pouco mais de nove horas de sono por noite.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *