Apnéia do sono dano cerebral pior para as mulheres

Mulheres que sofrem de apnéia do sono têm um grau maior de danos cerebrais do que homens com o transtorno, relataram pesquisadores da Escola de Enfermagem da UCLA.

“Embora existam muitos estudos cerebrais feitos sobre a apneia do sono e o impacto na saúde, eles geralmente se concentram em homens ou grupos combinados de homens e mulheres, mas sabemos que a apneia obstrutiva do sono afeta as mulheres de maneira muito diferente dos homens”, disse investigador-chefe Paul Macey, professor assistente e reitor associado de tecnologia da informação e inovações na Escola de Enfermagem da UCLA. “Este estudo revelou que, de fato, as mulheres são mais afetadas pela apnéia do sono do que os homens e que as mulheres com apnéia obstrutiva do sono têm danos cerebrais mais graves do que os homens que sofrem de uma condição semelhante.”

O estudo foi publicado na edição de dezembro de 2012 da revista SLEEP . Este estudo de vários anos analisou pacientes que foram diagnosticados com apneia obstrutiva do sono no Laboratório do Sono da UCLA. Eles compararam as fibras nervosas nos cérebros desses pacientes – conhecidas como substância branca – com fibras de indivíduos sem problemas de sono e se concentraram em desvendar a diferença nos danos cerebrais entre homens e mulheres com apnéia do sono.

Em particular, o estudo descobriu que as mulheres foram impactadas no feixe do cíngulo e no córtex cingulado anterior, áreas na parte frontal do cérebro envolvidas na tomada de decisões e na regulação do humor. As mulheres com apnéia do sono também apresentaram níveis mais elevados de sintomas de depressão e ansiedade, disseram os pesquisadores.

“Isso nos diz que os médicos devem considerar que o distúrbio do sono pode ser mais problemático e, portanto, precisam de tratamento mais precoce em mulheres do que em homens”, disse Macey.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *