A feia verdade sobre o sono de beleza

Nós brincamos sobre precisar do nosso sono de beleza, mas pode haver algo por trás disso. Pesquisadores suecos encontraram evidências científicas que sustentam o conceito de sono de beleza.

O estudo envolveu um grupo de 23 adultos privados de sono (idade 18-31) que foram fotografados e 65 observadores não treinados (idade 18-61) que avaliaram as fotografias.

Os resultados indicam que as pessoas privadas de sono parecem menos saudáveis, menos atraentes e mais cansadas do que quando estão bem descansadas.

“Eu acredito que os humanos são bastante sensíveis para detectar sinais faciais relacionados à perda de sono em outras pessoas”, diz o pesquisador principal John Axelsson.

Os autores do estudo, publicado pela primeira vez em 2010 no BMJ (British Medical Journal), sugerem que estudos futuros devem se concentrar na relevância dessas pistas faciais em ambientes clínicos. Axelsson diz que sua equipe está trabalhando em vários estudos de acompanhamento, incluindo quais características faciais exatas são afetadas pela privação de sono e transmitem fadiga e como esses efeitos se relacionam com resultados relacionados ao comportamento.

Além de afetar sua aparência, a falta de sono também aumenta o risco de obesidade, diabetes, pressão alta, doenças cardíacas e depressão.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *